A Reuters informou que as temperaturas globais devem subir 4ºC até meados da década de 2050, caso sejam mantidas as atuais tendências de emissões de gases do efeito estufa, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (28) pelo Centro Hadley do Departamento Meteorológico da Grã-Bretanha.

A previsão é compatível com um relatório da ONU na semana passada, segundo o qual as mudanças climáticas estão superando as piores previsões de 2007 do Painel Intergovernamental sobre a Mudança Climática (IPCC).

Isso é bem preocupante. Que futuro nossos filhos e netos terão?

E o que este aquecimento pode causar?

Bom, aqui no Brasil, de acordo com informações da Convenção das Nações Unidas para o Combate da Desertificação (UNCCD), somado aos desmatamentos e erosões, os reservatórios de água irão diminuir, aumentando as áreas desertas. Com o avanço da temperatura global, será quase impossível viver nessas áreas em curto prazo. Com isso, o ecossistema desta região ficará totalmente desequilibrado, permitindo a extinção de várias espécies de animais.

Com o degelo das calotas polares, o nível do mar irá subir. Em longo prazo, o degelo das calotas fará os oceanos subirem até 4,9 metros, cobrindo vastas áreas litorâneas no Brasil, além de provocar a escassez de comida, disseminação de doenças e mortes.

A incidência de furacões, que é praticamente inexistente no Brasil, poderá ser grande. Isso já está acontecendo aos poucos, principalmente na região Sul. O furacão Catarina, por exemplo, tinha ventos que variavam entre 118 km/h a 152 km/h.

A primeira coisa para a solução deste problema talvez seja a conscientização. Veja algumas sugestões  para diminuir o Aquecimento Global:

  • Diminuir o uso de combustíveis fósseis (gasolina, diesel, querosene) e aumentar o uso de biocombustíveis (exemplo: biodíesel) e etanol.
  • Os automóveis devem ser regulados constantemente para evitar a queima de combustíveis de forma desregulada. Realizei a inspeção veicular e recomendo.
  • Instalação de sistemas de controle de emissão de gases poluentes nas indústrias.
  • Ampliar a geração de energia através de fontes limpas e renováveis: hidrelétrica, eólica, solar, nuclear e maremotriz. Evitar ao máximo a geração de energia através de termoelétricas, que usam combustíveis fósseis.
  • Sempre que possível, deixar o carro em casa e usar o sistema de transporte coletivo (ônibus, metrô, trens) ou bicicleta. Tenho feito isso e não me arrependo e repare que moro a 38 kM do trabalho. Aproveito o tempo para estudar.
  • Colaborar para o sistema de coleta seletiva de lixo e de reciclagem. Veja matéria a respeito de reciclagem. Pretendo colocar mais informações sobre locais que realizam esta coleta.
  • Usar ao máximo a iluminação natural dentro dos ambientes domésticos.
  • Não praticar desmatamento e queimadas em florestas. Pelo contrário, deve-se efetuar o plantio de mais árvores como forma de diminuir o aquecimento global.
  • Construção de prédios com implantação de sistemas que visem economizar energia (uso da energia solar para aquecimento da água e refrigeração).